A cerejeira selvagem floresceu e ouvimos o rouxinol cantar, a própria alma. Seu canto